Instagram Stories: a nova disputa para engajamento em Eventos

Loading Likes...

As histórias estão se tornando cada vez mais populares entre os usuários de mídia social como uma maneira rápida e fácil de compartilhar momentos importantes à medida que acontecem. Onde eventos estão em causa, as histórias são a ferramenta perfeita para criar FOMO (medo de perder). Como os eventprofs podem aproveitar ao máximo as histórias e incentivar os participantes a compartilhar a carga?

 

Mal sabiam os fundadores do Snapchat, Evan Spiegel e Bobby Murphy, quando criaram o Snapchat em 2012, criaram mais do que um aplicativo de fotos. O Snapchat mudou a maneira como as pessoas interagem e compartilham fotos e vídeos com seus amigos e, posteriormente, mudou a maneira como as pessoas interagem com o conteúdo on-line. Em 2017, todo mundo pegou e agora a história reina suprema em muitas das principais plataformas de mídia social.

 

Qual é a história com stories?

As histórias permitem que o usuário capture breves momentos por meio de fotos ou vídeos curtos e compartilhe facilmente essas experiências com outros usuários de mídia social. As fotos e vídeos são costurados juntos pela plataforma para criar uma narrativa ordenada cronologicamente. Após 24 horas, a história desaparece, para nunca mais ser vista, aumentando a sensação de urgência. Enquanto plataformas de mídia social e sites vêm e vão, esse recurso específico parece ter transcendido a plataforma e está se tornando um padrão de comunicação. Com as histórias de usuários do Snapchat se tornando tão populares, não demorou muito para o Facebook produzir algodão, lançando sua própria versão de histórias em todos os cantos de seu império. Até o Google acordou e implementou um recurso de histórias no YouTube.

 

Porque as Stories são importantes para organizadores de Evento?

Em primeiro lugar, muitos participantes já estão compartilhando suas experiências de eventos usando histórias. Oferecer aos usuários de mídia social uma maneira rápida e fácil de compartilhar momentos em tempo real tornou o formato ideal para a captura de experiências de eventos conforme elas acontecem. É esse imediatismo que nos leva ao segundo motivo. Do ponto de vista do leitor / espectador, as histórias representam o que está acontecendo agora. Deste ponto de vista, vendo que um amigo está se divertindo muito fazendo algo incrível, em algum lugar incrível e com pessoas incríveis, cria um FOMO instantâneo. As histórias permitem que seus participantes forneçam aos amigos e seguidores um gostinho do evento para que eles queiram mais.

 

Boas experiencias geram boas Stories!

A ascensão desse novo padrão de mídia social gera muitas oportunidades para que os eventos transmitam sua mensagem a um público mais amplo e criem o FOMO. No entanto, como acontece com muitas formas de mídia social, seus participantes são os que controlam a maior parte do que é compartilhado. Você pode, claro, publicar histórias de canais de mídia social de eventos, mas o poder real está no que os participantes compartilham. Então, se você não pode dizer aos seus participantes o que compartilhar, o que você pode fazer? Para eventprofs, sua função é de facilitador e facilitador. Seu trabalho é incentivar seus participantes a compartilhar. Isso pode ser feito criando áreas de oportunidade de fotos com marca em todo o evento. Estes podem vir na forma de quadros de imagem de marca simples ou até mesmo vestindo adereços relacionados ao tema do evento. As recepções no tapete vermelho, como as que são vistas em cerimônias de premiação, podem ser um grande sucesso nas mídias sociais e vêm com muitas oportunidades de reportagens. Fazer com que os participantes se envolvam em atividades divertidas em torno do espaço do evento também pode ser um ótimo facilitador para as histórias nas redes sociais. Eles podem ser particularmente compartilháveis ​​se houver uma oportunidade para os participantes se fazerem de bobo. Certifique-se de que suas áreas de atividade sejam marcadas de forma que os compartilhamentos de mídias sociais transmitam a mensagem certa. Lado shows e artistas podem fornecer uma grande fonte de entretenimento para os participantes de qualquer evento e também pode ser uma grande fonte de conteúdo para mídia social. Tente contratar artistas únicos e shows paralelos. Se seus participantes nunca viram nada como isso, é muito mais provável que eles compartilhem com seus amigos. Ter um mural social no seu evento é ótimo para promover uma cultura de compartilhamento em seus eventos. Atualmente, as histórias não são publicadas em um formato que se presta a muros sociais, mas esperamos ver isso em um futuro próximo.

 

Qual plataforma de Stories os eventos devem usar?

Normalmente, uma resposta semelhante a “use o que seu público está usando” é a resposta certa para essa pergunta e, até onde é possível transmitir sua mensagem em seus próprios canais, é simples assim. No entanto, o Facebook faz um caso muito forte e é claramente o pioneiro do pacote. Integrar Histórias nos Eventos e Páginas do Facebook tornou mais fácil para os eventos divulgarem sua própria mensagem enquanto também forneciam um espaço de marca (a página de Eventos do Facebook) para os participantes do evento colaborarem em histórias focadas no evento.

 

Conclusão

Parece que as histórias de mídias sociais estarão por aí por um tempo, independentemente do que for o site de mídia social mais usado do dia. Com o poder de publicação nas mãos do usuário, é mais importante do que nunca criar uma ótima experiência de evento com muitos momentos compartilháveis.

Revisão e Tradução: Equipe Ingressolive | Fonte: eventmanagerblog

Compartilhe nosso conteúdo